Ivo Lázaro

AS MUSAS DE… IVO LÁZARO

“Através das minhas imagens procuro mostrar, de forma natural e muitas das vezes numa abordagem mais crua, que o corpo feminino não tem de ser um tabu.” – Ivo Lázaro


Q&A

INSOMNIA Magazine: Quando começaste a fotografar e qual foi o teu percurso até hoje?
Ivo Lázaro: Comecei a fotografar há cerca de dez anos, tendo ingressado no curso profissional do IPF. Posteriormente tive direito a um estágio, de cerca de 6 meses. Após ter finalizado o mesmo todo o percurso foi uma procura de um registo com o qual me identificasse, sabendo sempre que a beleza do corpo feminino faria parte do mesmo.

IM: O que procuras transmitir com as tuas imagens?
IL: Através das minhas imagens procuro mostrar, de forma natural e muitas das vezes numa abordagem mais crua, que o corpo feminino não tem de ser um tabu, independentemente da sociedade mais conservadora e, por vezes, retrógada, em que vivemos. Sinto também a necessidade de chocar o observador de forma a que, mesmo que não seja do seu agrado, o faça olhar para a imagem. As mulheres são, sem dúvida, um ser incrível, tendo sido ao longo do tempo limitadas das mais variadas formas. Ainda hoje o são e a forma como se expõem, para muitos, é uma desculpa para as poderem criticar. Felizmente tenho encontrado várias mulheres com confiança para assumirem essa exposição e mostrarem que não são mais nem menos que todas as outras, independentemente de se despirem. Num mundo ideal tal situação nunca seria um problema e seria tão natural como qualquer outra coisa. É nisso que me foco, tendo perfeita noção que, pelo menos no nosso país, será sempre difícil de conseguir essa interpretação.

IM: Onde encontras inspiração para as tuas fotografias?
IL: O Helmut Newton e o Terry Richardson sempre foram uma grande inspiração pela forma como quebraram barreiras através dos seus estilos bastante distintos. Foram pioneiros nas suas abordagens e apesar das críticas conseguiram vingar no mundo da moda e no da arte em geral. Além disso sigo o trabalho de inúmeros fotógrafos que me inspiram e me fazem querer fazer mais e melhor. Fora isso, existem vários momentos do dia a dia, o próprio corpo feminino e um acumular de pequenos detalhes que vamos vivendo que me vão inspirando.

IM: O que faz uma modelo perfeita?
IL: Honestamente não procuro perfeição nem nas modelos nem nas minhas imagens. Se há coisa que gosto é apreciar as imperfeições. Existem modelos com mais ou menos experiência e à vontade e isso pode ajudar na hora de fotografar, mas sei que, independentemente da modelo, local ou luz, que pelo menos uma boa fotografia há de sair.

IM: Onde gostarias que a tua arte te levasse?
IL: Acima de tudo que me desse a possibilidade de viver a fazer o que mais gosto, que é fotografar. Por cá é complicado até porque o meu registo não é o mais apreciado a nível comercial, daí pensar explorar outros mercados.
Por agora sobrevive-se, mas não deixo de ser um privilegiado, no sentido de conseguir pelo menos pagar as contas e ter uma vida normal.

AS MUSAS


Ivo Lázaro nasceu em Oeiras (Portugal) em 1987. Publicações em revistas: Playboy Portugal Magazine, Last Daze, Off The Rails Magazine, Sticks & Stones, Ever Magazine. www.girlsinmybedroom.tumblr.com

Partilhar na rede