WIME

À DESCOBERTA DO PALADAR

A WIME dá uma ajuda na descoberta do vinho que mais gosta, e a fá-lo chegar até si. Tudo isto com a supervisão do sommelier do melhor restaurante do mundo!


Portugal é um dos históricos produtores de vinho a nível mundial e, como tal, apresenta uma história de séculos bastante recheada. Numa primeira fase o nosso país era sobretudo conhecido pelos seus vinhos do Porto mas rapidamente se tornou uma tendência mundial no que toca a outros vinhos.

Esta evolução acompanhou também a maior exigência e conhecimento dos consumidores que procuram cada vez mais vinhos diferentes, fugindo às castas mais vulgarmente utilizadas, mas sobretudo vinhos que vão ao encontro do seu gosto. O vinho faz já parte da cultura portuguesa mas novas tendências como o vinho a copo, wine bars e mesmo provas e formações levaram a um aumento considerável do consumo, mas agora sempre em busca de maior qualidade.

Naturalmente, os produtores portugueses, vendo o interesse crescente por parte de um público cada vez mais vasto, começaram a melhorar as suas produções e marcas, fazendo com que alguns dos seus vinhos compitam com os melhores de outros países em alguns dos mais reconhecidos concursos de vinho a nível mundial. No entanto, esta maior diversidade de vinhos e castas veio também trazer milhares de novas referências a um mercado já bastante saturado, facto que causa bastante confusão para grande parte das pessoas que não entendem o suficiente sobre vinho mas, sobretudo, não sabem de que tipo de vinho mais gostam.

A WIME segmenta todos os vinhos conforme a sua complexidade e o seu nível de fruta

Foi nesta falha que apareceu a WIME, um novo conceito no mercado de vinhos que trabalha com dezenas de produtores (para já só nacionais) e o ajuda a descobrir o tipo de vinho de que mais gosta. Toda a ideia por trás da descoberta que a WIME traz é bastante perceptível e visual: através de uma simples matriz, a WIME segmenta todos os vinhos conforme a sua complexidade e o seu nível de fruta, as duas características diretamente relacionadas com o vinho que influenciam cerca de 70% do seu gosto em relação ao vinho que está a provar. Desta forma, passamos a ter quatro tipos de vinho conforme são + ou – Complexos e + ou – Frutados.

Para descobrir o seu tipo de vinho, a WIME dá duas opções: ou faz uma prova de quatro vinhos numa das suas lojas abertas ao público (Amoreiras Shopping Center e Cascais Shopping, de momento) ou então encomenda, através do seu site em www.wime.pt, um dos seus ‘Packs Descoberta’ que consiste num kit de prova com quatro pequenas amostras de vinho, uma para cada tipo de vinho. Este pack inclui também um pequeno manual de prova para que não se sinta perdido e possa fazer a mesma com amigos e família.

Mas a experiência WIME não acaba na descoberta. A sua viagem vinícola pode continuar pois, a partir do momento em que sabe qual é o seu tipo de vinho, não vai querer parar! A empresa segmenta toda a sua oferta de vinho e, como tal, além de poder comprar garrafas de vinho individualmente como faria num supermercado (mas já sabendo que é do seu tipo de vinho favorito), também pode subscrever ao seu serviço para descobrir novos vinhos todos os meses e no conforto de sua casa. Pagando uma mensalidade ou uma anuidade (esta com oferta de portes), passa a receber uma vez por mês uma caixa com dois vinhos sempre diferente e de diferentes regiões de Portugal. Estes vinhos vêm também acompanhados de uma ficha de degustação que lhe conta um pouco mais sobre o vinho em questão. E, claro, estes vinhos são sempre do seu agrado visto que é o cliente que escolhe o seu tipo de vinho.

Todo este conceito da descoberta e segmentação dos vinhos foi trabalhado em conjunto com Rodolfo Tristão, presidente da Associação de Escanções de Portugal e sommelier no restaurante Belcanto do chef José Avillez, reconhecido recentemente como o melhor restaurante do mundo pela Condé Nast. O vinho, sendo uma bebida com séculos de história, está na moda mais do que nunca. Nunca se viram tantos vinhos, produtores, provas e eventos como agora. Mas faltava realmente uma parte de aprendizagem inicial que o próprio mundo vinícola não estava a ajudar. Na verdade, apesar de todas as melhorias e inovações, este ainda é um meio tradicional e são soluções como a WIME que ajudam o normal consumidor a aproximar-se e a querer mais. Porque, afinal, quem não gosta de um bom vinho que ainda por cima vai ao encontro do seu gosto?


Publicado na INSOMNIA Magazine #3.

Partilhar na rede